Tendência x Modismo: Conceitos que podem (ou não) definir o sucesso da sua empresa

By 11 de abril de 2018 outubro 14th, 2019 Blog
TEMPO DE LEITURA: 2 MINUTOS

 

Então, você tomou a decisão corajosa de abrir o próprio negócio. A ideia já martela há muito tempo em sua mente. Conversou com amigos e familiares, pesquisou no google, fez anotações, desenhou diagramas… Talvez tenha modelado seu negócio ou até construído um protótipo. Você se sente confortável com a projeção de investir os próximos cinco anos de sua vida construindo, aprimorando e vendendo essa ideia. Parabéns! Você deu os primeiros passos para montar uma empresa. Mas como você sabe se a sua ideia tem pernas antes de apostar suas economias, energia e tempo nisso? Já parou para pensar se seu negócio é baseado em uma tendência real ou apenas em um modismo?

O termo “tendência” tem sido amplamente utilizado nos últimos tempos. Contudo, seu mau uso, principalmente nos meios de comunicação, podem levar à confusão. Tendências reais resolvem problemas e se fortalecem com o tempo. Elas têm riscos identificáveis ​​e explicáveis ​​que são direcionados pelas necessidades do público. Elas resolvem problemas, pois representam um novo modo de vida. Por exemplo, o uso crescente de redes sociais e as conexões online é uma tendência (que nos liga uns aos outros), já utilização de letras neons e gifs em suas publicações é um modismo.

O modismo vem rápido, pega fogo e logo depois desaparece. Uma moda passageira é qualquer forma de comportamento que é intensamente seguida por uma população por um curto período de tempo. O comportamento aumentará relativamente rápido e cairá na mesma proporção uma vez que a percepção da novidade tenha desaparecido. Acredite, muitas modas que estão acontecendo agora, nos farão dar risadas daqui a dez anos.

Infelizmente, muitas empresas são lançadas no improviso, no calor do momento, na onda da moda. Para construir uma empresa que cresce e dura, você primeiro precisa identificar um problema real, verificável e generalizado com soluções insatisfatórias, inexistentes ou que podem ser drasticamente aprimoradas. Se questione: meu negócio tem relevância para o estilo de vida de um público específico? Dura? É necessário? Outras empresas sólidas estão de olho nisso? Tem dados que possam validar esse comportamento?

Ambos modismos e tendências têm um valor real para estratégias empresariais, mas a compreensão da diferença pode ser necessária para a sobrevivência. As empresas ignoram as tendências por sua conta e risco. Mas ignorar tendências significa que elas serão forçadas a se adaptar mais tarde e estarão necessariamente atrasadas, ou, simplesmente, entrará para estatística e desaparecerá…

Não faça parte dessa estatística. Prepare-se para o futuro na Mescla!