fbpx

Conheça inovações que apostam no escapismo analógico

By 9 de julho de 2024 Blog

Estamos sempre conectados e sendo impactados o tempo todo por conteúdos em diferentes plataformas. A pesquisa Digital 2023: Global Overview Report da DataReportal constatou que existem 5,16 bilhões de usuários de internet atualmente em todo mundo, isso quer dizer que 64,4% da população total do mundo está on-line agora. O Brasil foi classificado como segundo país com mais pessoas em frente a uma tela. São cerca de 56,6% das horas em que as pessoas estão acordadas, em frente a telas, em média 9 horas por dia. escapismo analógico

Toda essa conexão muda a forma como gerimos nosso tempo. Um estudo publicado no Journal of Organizational Behavior, reafirmou como os períodos de descanso são responsáveis por aumentar a criatividade e a capacidade de resolver problemas. E muitas pessoas nesses momentos de pausa, pegam o celular ou outros dispositivos eletrônicos, e na verdade eles não estão tendo um real descanso. 

Então, como alternativa, para relaxar a mente, recarregar as energias e desenvolver a motivação, as pessoas estão recorrendo ao  escapismo analógico, ou seja, a busca por atividades que valorizam serviços manuais como uma forma de lazer, e também como uma necessidade para manter nosso bem-estar mental e físico. 

Veja também: Conheça locais criados para fazer um detox digital

E essa movimentação buscando o escapismo analógico tem repercutido em diferentes áreas. Por incrível que pareça, o primeiro exemplo começa no mundo digital, a gente consegue perceber nas próprias mídias digitais movimentos para atividades analógicas como como a hashtag #journaling tem 1.2 milhões de views no Tiktok e exemplifica um movimento onde a escrita e a colagem vem em prol de momentos de relaxamento e conexão individual. ]

@machadopedropaulo

O que é journaling? Por que escrever todos os dias? #journaling #empreendedorismo #rotina #estoicismo

♬ Aesthetic – Tollan Kim

 

Imagem retirada do site da Ravelry

Também existem plataformas com o objetivo de conectar pessoas que queiram desenvolver atividades manuais. A Ravelry, por exemplo, possui mais de 4 milhões de usuários, e é voltada para tricoteiros, crocheteiros e artistas têxteis, onde os membros compartilham projetos, ideias e sua coleção de fios, fibras e ferramentas por meio de vários componentes do site. É uma espécie de rede social que mistura Pinterest e comunidade de Facebook para quem gosta de trabalhos manuais com linhas. Também tem o espaço Desligue a Mente, em São Paulo, que tem a proposta de oferecer aulas e cursos de atividades manuais para conhecer a arte e relaxar a mente.

Como exemplo também tem a marca Lego, que em sua campanha “Find Your Flow”, transforma a brincadeira com os legos em uma ação terapêutica para desestressar adultos. A iniciativa da marca também pensou em uma narrativa cinematográfica e parcerias com artistas como Lofi Girl, que produz músicas com melodias relaxantes, arranjos discretos e ritmo lento, realçando a importância do análogo mesmo em um produto originalmente digital. escapismo analógico

Outro exemplo são os espaços que oferecem entretenimento analógico, como é o caso da Game of Boards, uma loja de jogos de tabuleiro localizada no Rio de Janeiro. Além de vender esses jogos, a empresa também promove eventos para diferentes públicos que gostam de jogar, como quizzes temáticos e desenhos. Com uma proposta parecida, aqui em Maceió, temos a Lud House, um bar temático com uma variedade de jogos de tabuleiros e opções para se fazer em grupo propondo que os visitantes do local interajam e brinquem em jogos clássicos como banco imobiliário, jogo da vida ou até pega vareta.

Veja também: Iniciativas de gamificação que educam para a vida

Outro movimento que vemos crescer são os clubes de livros e também a assinatura de livros. Nem um pouco enfadonhos, o anfitrião recebe as pessoas com comidas e bebidas para discutir o livro escolhido pelo grupo naquele mês. A rede social também está colaborando, tanto com influenciadores e artistas falando sobre seus clubes, como Reese Witherspoon, Oprah, Gabriela Prioli, como as comunidades presenciais construídas em torno da leitura. #BookTok é uma comunidade extremamente popular do TikTok. Além disso, existem verdadeiras curadorias para assinaturas de livros, como Tag, que promete oferecer experiências literárias. Mas existem também outras assinaturas como Turista Literário, Literatour, ou ainda o Leiturinha, focada no público infantil. escapismo analógico

E essa necessidade não é exclusiva dos adultos, as telas também afetam o desenvolvimento e atenção dos pequenos. Pensando em uma alternativa para que as crianças se interessem mais pela diversão de forma analógica, o Ateliê Materno criou opções como mini cozinhas, mercadinhos, oficinas, sorveterias, carrinhos de boneca e acessórios feitos em madeira e pintados com cores alegres e lúdicas, para estimular ainda mais a criatividade das crianças.  escapismo analógico

Ateliê Materno no Shark Tank, você não viu? Conheça nossa história

Imagem retirada do site Ateliê Materno

A busca por essa desconexão digital, muitas vezes, começa de forma on-line, tanto é que vai aumentando o número de trends onde pessoas praticam atividades coletivas guiadas por desafios que envolvem atividades manuais, geram relaxamento, concentração e fomentam a criatividade de maneira que ajudam na conexão entre pessoas. As famosas noites temáticas que envolvem ações de customização, como decorar taças de vinho, criar objetos com massa para modelar, fazer cerâmica ou produzir velas aromáticas estão em crescimento. escapismo analógico

Fale com a Mescla

Para saber como a Mescla pode te ajudar, entre em contato através do nosso Whatsapp clicando aqui.  E se quiser receber a nossa mistura mensal de tendências e inovação, é só assinar a news.