O slow living e a necessidade de sair do piloto automático

By 10 de fevereiro de 2021 março 24th, 2022 Blog, Tendência

Uma tendência na área de estilo de vida, que se acelerou por causa da pandemia, é a Slow Living. Sabe a história de sair do piloto automático e dos excessos? Pois é, é disso que trata o slow living. Um estilo de vida que prioriza uma rotina mais lenta, com equilíbrio, adotando um modo de consumo sustentável. A importância de prevenir em vez de curar, comprar com consciência em vez de desejar o que não precisa.

Para atender a esta necessidade do consumidor é que estão surgindo algumas inovações em slow living, que contemplam diversas áreas. Uma das primeiras a serem citadas são os programas de trabalho e bem-estar. Na Tailândia, por exemplo, o Retiro Kamalaya lançou um programa de ‘Bem-Estar Sabático’, completo com workshops, mentorias e consultas semanais para ajudar a monitorar o progresso de seus hóspedes no relaxamento. Já a rede de hospitalidade Zostel começou a oferecer trabalho de longa permanência em suas propriedades. Os grandes atrativos são a conexão rápida à Internet e os locais perfeitos para sessões de ioga matinal, intervalos de chai, observação de estrelas e caminhadas de fim de semana.

Outro serviço baseado no slow living é o HILT, que é um treinamento de alta intensidade e baixo impacto. Essa atividade física tem os mesmos benefícios do HIIT, que é o treino de alto impacto, em termos de queima de calorias e redução do açúcar no sangue, mas com foco na mobilidade e na prevenção de lesões.  Já em relação a produtos, uma inovação é o jogo The Pretty Geeky, da startup indiana Edugames. O objetivo é reunir famílias, sem telas, e ser um produto somente offline.

Jogo do The Pretty Geeky

O slow living também está no movimento de cuidar da casa. Algumas empresas lançaram serviços que ajudam os “pais de planta” que surgiram na pandemia. É o caso da Ugaoo e a mybageecha.com que fazem tutorias para ensinar como cuidar de diferentes tipos de plantas e entrega de kits para cultivar um jardim e se conectar com a natureza.

Para ajudar na adesão da tendência slow living uma última inovação e uma dica de leitura. A inovação foi lançada recentemente por um startup belga e chama Stolp,  que é um equipamento que bloqueia o sinal de até seis celulares para que a pessoa consiga se desligar por um tempo. Já o livro, chama Minimalismo Digital, de Cal Newport, que também alerta para os excessos de uma vida super conectada.