O varejo e as experiências híbridas

By 7 de dezembro de 2021 março 24th, 2022 Blog, Radar, Tendência

Quando se fala em experiências híbridas, fala-se de uma combinação de contatos virtuais e físicos durante o relacionamento com uma marca. No varejo, uma forma já conhecida de experiência híbrida é a realização de uma compra on-line e a retirada do produto na loja, por exemplo. Os dados de uma pesquisa feita pela Social Miner em parceria com a Opinion Box, mostrou que, em 2021, 52% dos brasileiros preferiram comprar on-line e retirar em lojas físicas. Mas o varejo híbrido vai muito além disso, já que trata da adoção de diferentes tecnologias para tornar a experiência de compra ainda mais facilitada e única. 

Veja Também: Varejo e serviço inovam com a implantação dos terceiros espaços

Varejo e realidade aumentada

Um primeiro exemplo é a loja de móveis de Nova York chamada Burrow, que desenvolveu um aplicativo de realidade aumentada, o “Burrow at home”, que permite aos clientes personalizarem e testarem em 3D e em escala real os móveis em suas casas. Na mesma linha, já existe o Ikea Place, em que o cliente baixa o app, tira foto do ambiente, sobrepõe o móvel do catálogo em tamanho real para visualizar como fica e ainda pode reservar o produto para compra.

App de realidade aumentada da Burrow

A Leroy Merlin também aposta em um projeto que usa câmeras de celulares para mesclar o mundo real com o virtual, com mais de 3 mil itens virtuais para simulação de novos ambientes. Já o aplicativo “Room Decorator“, da Amazon, permite que o usuário coloque vários itens em um mesmo ambiente de forma simultânea, ou seja, com esse app é possível ter uma sala inteira mobiliada através da realidade aumentada. Atualmente o aplicativo só está disponível para telefones com sistema IOS. 

Já imaginou projetar um vestido de noiva em um ambiente da sua casa para que você possa observar os detalhes e escolher com calma o que você vai provar na loja? Pois é, essa é a proposta da varejista americana David’s Bridal, que em parceria com a empresa de tecnologia Vertebrae, lançou a possibilidade de levar os trajes de casamento diretamente para as casas dos clientes por meio de realidade aumentada. Dá para ver os vestidos em um ângulo completo de 360 ​​graus, dar zoom e examinar detalhes de perto antes de ir à loja.

 

Veja Também: Tendências que estão mudando a forma de fazer varejo

Outras tecnologias aplicadas

A gigante americana Target está usando as tecnologias de beacons, que é uma espécie de GPS para ambientes fechados, associada a Internet das Coisas para reduzir o tempo em que o cliente fica procurando produtos na loja. Ao baixar o aplicativo, os clientes começam a receber recomendações de itens correspondentes ao departamento em que estão, eles vão completando sua lista de compras e podem escolher se quer que os produtos sejam colocados no carro ou entregues em casa.

Aqui no Brasil uma rede de farmácia tem aproveitado bem do varejo híbrido e proporcionado uma experiência diferente aos seus consumidores. Com mais de 40 anos no mercado, a Panvel conta com diferentes tipos de compra, desde o próprio aplicativo, passando pelo tradicional atendimento telefônico, até as mais atuais  integrações de varejo híbrido como o “clique e retire” e o “locker”, armários inteligentes que a empresa deixa o pacote e o cliente recebe a chave ou senha de acesso para retirar sozinho.

Veja Também: A mudança no Varejo Digital

Para saber mais sobre o assunto conheça o estudo Futuro dos Mercados – edição Varejo, que a Mescla, a Chama Publicidade e a Agência Yellow Kite estão lançando. O projeto traz 10 tendências que estão moldando o setor do varejo e como as marcas estão criando inovações a partir dessas tendências para atender as necessidades dos consumidores. O estudo é gratuito.