Indústria da beleza investe no conceito de desperdício zero

By 17 de março de 2021 Blog, Curadoria, Tendência

O descarte de resíduos é um problema que tem que ser enfrentado por todas as indústrias. E a de beleza está constantemente implementando medidas em prol do meio ambiente. Segundo os dados da Zero Waste Week, globalmente, a indústria de cosméticos produz mais de 120 bilhões de unidades de embalagens por ano, e a maioria não são recicláveis. 

Pensando em resolver esse problema, surgiram marcas que basearam seu modelo de negócio em diretrizes ambientais e sustentáveis, como o caso da britânica Lush, e agora estão surgindo as marcas que estão dando um passo à frente neste quesito e utilizando resíduos para produzir os próprios cosméticos. Desenvolvendo assim uma cadeia circular.

Veja também: A desaceleração da moda

A primeira inovação vem também do Reino Unido e é a marca UpCircle Beauty, que tem entre seus produtos um esfoliante corporal que usa borra de café, diretamente recolhidos dos cafés Londrinos. Ainda em setembro do ano passado, a marca lançou um creme corporal que reaproveita sementes de tâmaras descartadas, trituradas em pó, que ajudam a reduzir a inflamação e manter a pele lisa.

Produtos UpCircle

The Body Shop

Já a marca The Body Shop, tem iniciativas no mundo com o objetivo de evitar desperdícios de alimentos. É o caso da unidade australiana, que em outubro do ano passado lançou uma nova linha feita de limões e pepinos danificados considerados “feios” demais para serem vendidos em supermercados. Um ano antes, no Reino Unido, a marca fez uma linha a partir de cenouras indesejadas. 

As marcas de beleza lixo zero inovam além do conteúdo entregue ao consumidor. A preocupação com o meio ambiente da RSM Beauty inclui a venda dos seus cremes em potes de vidro reciclado, caixas feitas 80% de fibra também fruto de reciclagem, e a fabricação 100% de energia eólica. 

Há também as marcas que vendem embalagens reutilizáveis. É o caso da americana Kjaer Weis. As embalagens são de metal com alta qualidade que o consumidor só precisa comprar uma única vez. Depois disso, basta comprar seus refis. Já a ILIA usa plástico para muitos de seus produtos, mas tem um programa de devolução que inclui também a possibilidade de receber até cinco embalagens de produtos de beleza vazios por mês, mesmo que sejam de outra marca. A marca está comprometida em reduzir seu impacto através da reciclagem. 

Veja também: O crescimento do consumo de alimentos sustentáveis e éticos

Cada vez mais é possível perceber que a busca por sustentabilidade vai se intensificar em todas as áreas. O objetivo principal vai ser reduzir os impactos ambientais em todo mundo. 

*Imagem de destaque: ILIA https://iliabeauty.com/pages/recycling