A onda dos pagamentos digitais

By 26 de janeiro de 2021 Blog, Tendência

Muitas mudanças se aceleraram por causa da pandemia da Covid-19, e a circulação do dinheiro está entre elas. Para se ter uma ideia, os dados do Banco Central apontam que 9,8 milhões de pessoas no Brasil iniciaram um relacionamento com instituição financeira entre março e outubro de 2020. Atualmente, são 175,4 milhões de pessoas bancarizadas. O distanciamento social e o auxílio emergencial foram os grandes responsáveis por proporcionar a entrada de mais pessoas no mundo do dinheiro e do pagamento digital.

Com mais gente tendo acesso a um sistema financeiro digitalizado, mais inovações surgiram também. É o caso de fintechs, que são as empresas de tecnologia de finanças,  como Picpay e Code Money, que dão a possibilidade de fazer diversos tipos de transações financeiras, inclusive investimentos, utilizando apenas o celular. Rapidamente o PicPay se tornou o maior aplicativo de pagamentos digitais do Brasil, com mais de 36 milhões de usuários. 

Cashback Meliuz

Uma outra modalidade de fintech que está inovando no mercado, são aquelas focadas no sistema de cashback, uma espécie de programa de recompensas que devolve parte do dinheiro investido para o consumidor. Neste segmento, estão a Beblue, Ame Digital e Méliuz, que ganham cada vez mais adeptos entre as gerações mais jovens.

Maquininha da PagCryp

Outro movimento que pode ser notado nos pagamentos digitais é a popularização das criptomoedas, com a adesão cada vez maior dos estabelecimentos, para facilitar ainda mais seu uso. E tem inovação brasileira nesta área, a PagCryp é uma máquina criada para aceitar débito, crédito e bitcoins. 

Mas a inovação com maior poder de transformação no Brasil veio no final de 2020, através do próprio Banco Central que lançou o Pix. Apesar da desconfiança de parte da população, em um mês de operação, o Pix já responde por 30% das transações entre contas de bancos diferentes. É uma mudança de comportamento profunda que todos estão testemunhando e que devem estar atentos. Inclusive, o Pix é um dos sistemas mais inovadores do mundo e é a porta de entrada para uma transformação digital completa no país.

O que é preciso observar é que o comportamento das pessoas está mudando e alguns hábitos já estão incorporados no dia a dia.

Esse tema faz parte do estudo Alagoas para o futuro, a Mescla desenvolveu colaborativamente e disponibilizou de forma gratuita para download no site www.alagoasparaofuturo.com.br

 

*Imagem capa: crédito.vc